LOGOS AJORIO APOIO AJORIO SINCOJOIAS RJ SNCAPP SINCAJOR SINDIJOIAS

Pensata da Presidente

A cultura da garantia do teor da joia como forma de combater a informalidade

A alta informalidade é um dos maiores gargalos para o desenvolvimento do nosso setor, e uma das formas que temos de combatê-la é estimulando, entre consumidores e fabricantes, a cultura da garantia da joia e da matéria-prima. Em muitos países da Europa, a certificação do teor de ouro na peça, realizada por grandes institutos de referência, é obrigatória para todas as joias. Por aqui, ainda estamos distante deste cenário, mas um passo importante foi dado com a oferta do serviço de verificação de titularidade da joia pelo Laboratório de Joias do Senai. 

O avanço está na tecnologia empregada, a espectrometria por fluorescência de raio X. Trata-se de um equipamento de ponta, mas que tem um processo muito simples de funcionamento. Em pouco minutos, a peça é examinada, emitindo um gráfico que indica todas as concentrações de metais da liga, incluindo a proporção exata de ouro fino na amostra. É um método não destrutivo e que está disponível para o público por um custo bem acessível. Os parâmetros do equipamento foram testados ao longo de um ano por meio de pesquisas interlaboratorias entre o Laboratório de Joias e o Cetem, fornecendo resultados precisos. 

Além do desenvolvimento tecnológico, vejo o advento do serviço como uma forma de profissionalizar o setor. Enfrentamos a concorrência desleal de muitas indústrias de fundo de quintal que burlam seus clientes, justamente porque sabem a dificuldade que representa para o consumidor ter certeza de que a quantidade de ouro utilizada na liga é exatamente aquela que está comprando. Da mesma forma, alguns fabricantes também se sentem vulneráveis em relação ao material de determinados fornecedores. Antes, não tínhamos ferramentas simples para confrontar essa situação , mas, agora, com a inauguração do serviço, basta levar a peça para análise e, se não estiver de acordo com o que foi encomendado, reclamar por seus direitos. 

Claro que, para combater a informalidade, dependemos também de outras ações mas se cada um de nós se comprometer a não aceitar adulterações, podemos ganhar esta batalha. Combater a informalidade é uma forma de proteger tanto o consumidor, quanto o empresário correto e honesto, que paga seus impostos, emprega bons profissionais e preza pela qualidade de seus produtos. 

*Mais do que uma escola, o Laboratório de Joias, fruto da valiosa parceria desenvolvida com a Firjan nos últimos anos se consolida como um centro de referência para o nosso setor, sendo um local de pesquisa a oferecer o serviço de análise por espectrometria no Rio de Janeiro e também outros serviços tecnológicos relevantes para a indústria*.* Para tanto, ele conta com o certificado de competência técnica, o que permite a emissão de laudos da titularidade da joia. Em parceria com o Cetem, as equipes continuam trabalhando para conseguir também a acreditação internacional, o que eu tenho certeza que virá em breve. Ter esta tecnologia disponível para que o fabricante possa certificar a qualidade do material com que está trabalhando, assim como o consumidor final, é algo extraordinário. Sem dúvida, um enorme ganho para todos nós, empresários e consumidores de joias. 

Notícias

 

 

SISTEMA AJORIO

 

sistem ajorio

 

 

PRINCIPAIS PARCEIROS

 

parceiros2013b

SEBRAE RJ FECOMÉRCIO RJ FIRJAN IBGM SECRETARIA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO INT PUC RIO

 

 

 

REDES SOCIAIS

 

 

 

 

 

logositeajorio

Av. Graça Aranha, 19 - Grupo 404 - Centro
Rio de Janeiro - RJ - CEP - 20030-002
ajorio@ajorio.com.br

Tel: (21) 2220 8004