Joias e o Homem do Futuro

Num mundo de empoderamento e avanços neofeministas, percebemos um movimento em direção ao homem do futuro. Um homem com desejo de maior participação na sociedade e no entorno onde vive. Mais atuante nos afazeres domésticos, mais presente na educação dos filhos e mais atento a cuidados pessoais, o homem do futuro já está entre nós!


Percebendo essa evolução, empresas já dedicam soluções segmentadas para este mercado exigente, carente de atenção e de profissionais capacitados para atendê-lo.

Joia de homem é relógio

Como profissional de marketing, há 30 anos acompanho a evolução do mercado da alta joalheria. Sou de uma época quando era comum ouvir empresários joalheiros atestarem que joia de homem se resumia ao relógio… Na época, aquilo incomodava quase tanto quanto ouvir que homem não cozinhava… Fruto de um tempo quando uma variedade mínima de joias masculinas não seriam atraentes nem para o Papa, hoje ofereço mais de 50 modelos de peças com personalidade masculina entre anéis, pulseiras, pendentes, abotoaduras que unem estilo, tecnologia e acabamento de alta joalheria.

foto1marcelo
O ator Nicolas Prattes em editorial com anel Black Star em prata 925, rodium e diamante negro


A engenharia do design

Ao longo da experiência como designer, é interessante perceber que o design autoral masculino é antes de tudo uma expressão de alta engenharia aliada ao ornamento de uma boa história.

Cada dia mais sensível a questões emocionais, como inspiração, cores e formas, o cérebro masculino ainda é atraído por atributos físicos como conforto, cinestesia, utilidade. Neste contexto, a joia, um objeto com características intrínsecas de ergonomia e beleza, deve atender a questões técnicas fundamentais para que a peça apresente o caimento perfeito de uma segunda pele.

Homem também gosta de histórias

Seguindo a máxima de que homem não chora, podíamos acreditar que homem não consome cultura, não viaja, não gosta de histórias.

O caso, na verdade, é um pouco mais complexo. O consumidor masculino além de adorar histórias, exige que o contexto narrativo esteja bem aplicado aos atributos físicos da peça, que a autoria do design esteja condizente ao posicionamento da marca, e claro, em sintonia com a própria história do designer. Hoje, felizmente, existem profissionais especialistas na técnica de promover o storytelling e a comunicação de venda da joia autoral.

 

marcelo1
       Vitrine Marcelo Novaes no Hotel Fasano

 


O marketing de relacionamento

Na relação de fidelidade com a marca, o atendimento especializado é um dos grandes desafios do marketing de relacionamento. Neste cenário, a postura do designer-vendedor deve oferecer diferenciais que, ao longo do tempo, serão retribuídos com lealdade, admiração e fidelidade.

Neste sentido, algumas dicas valem destaque:

• Comunique benefícios, não características.
• Ofereça agilidade nas repostas e demandas.
• No caso de serviços, sempre mantenha o cliente mais informado possível.
• Não minta ou faça rodeios. Uma relação construída com base na verdade garante um cliente compreensivo.
• Ofereça conteúdo. Crie um canal no IGTV onde ele pode ter acesso exclusivo a dicas de manutenção das peças.
• Organize um cronograma de ações de marketing. Numa época das compras online, o cliente masculino ainda valoriza o contato olho no olho.

Oportunidades do mercado

Se por um lado observamos uma demanda crescente por joias masculinas, cabe ressaltar que o mercado masculino exige um approach diferenciado em vários pontos da cadeia criativa, estética e comercial. O design, a comunicação, o atendimento devem ser estruturados para atender um mindset bastante específico. Longe do impulso de compra que acomete o mercado feminino, o comprador masculino é comedido, questionador e atento a detalhes.

Na mesma intensidade em que o mercado de joias masculinas desperta, vale ressaltar que o consumidor está cada dia mais consciente e avesso a marcas que tentam “surfar na onda” de meras tendências.

Hoje, o homem chora, ri, ocupa novos espaços.

Além das questões de mercado, cabe as marcas promover o diálogo com um homem mais inserido no contexto social, mais parceiro nos relacionamentos afetivos e mais atento a escolhas com propósitos de liberdade e auto expressão.

MARCELONOVAES250 
Marcelo Novaes

Há 30 anos como consultor em marketing e varejo de luxo, Marcelo também atua como professor convidado em instituições como a AJORIO, o Istituto Europeo di Design - IED e ministra palestras e consultorias pelo Sebrae. Atualmente, compartilha experiência como mentor em gestão de marketing e vendas para designers da joalheria autoral. Desde 2016, está à frente de sua grife de joias com a missão de promover o autoconhecimento e resgatar a autoestima masculina através de peças que atendem a exigências específicas do homem multifacetado.

Notícias