Slide background

Receba em primeira mão informações sobre eventos, feiras, cursos, palestras e muito mais!

Já vai embora?

CLIQUE AQUI PARA SE CADASTRAR

Atelier Mourão: Berço da joalheria autoral no Brasil

Um pouco da história da joalheria moderna brasileira passa por um prédio charmoso numa ainda tranquila Rua de Ipanema, no Rio de Janeiro. Foi lá que, no final dos anos 70, Caio Mourão dividia seu conhecimento com jovens joalheiros. No começo, seguindo a tradição de mestre e aprendiz. Márcio Mattar e Alfredo Grosso estavam entre estes jovens.

Aos poucos, com o aumento de interesse pela joalheria, o Atelier Mourão, foi forjando um método próprio, no qual o aluno aprende todo o processo, da criação à concepção das peças.

Após o falecimento de Caio, a filha Paula Mourão, que encarou o desafio de seguir os passos do consagrado pai e já trabalhava com ele desde os anos 80, assumiu o comando do Atelier.

  • Caio Mourão e sua filha Paula Mourão
  • III Encontro Artistas Joalheiros
  • Colar da aluna Paula Andrade exposto no III Encontro Artistas Joalheiros
  • Bracelete do aluno Dirk Vrancken
  • Bracelete de J. P. Vellaco
  • III Encontro Artistas Joalheiros
  • Bracelete de Paula Mourão


“Nosso objetivo, além da formação de ourives, é garantir uma liberdade artística, onde cada exercício é uma possibilidade de o aluno desenvolver sua criatividade e colocar sua identidade no seu trabalho”, explica Paula.

Considerado o pai da joalheria de arte no Brasil, Caio foi um pioneiro. Foi ele, por exemplo, que abriu as portas para as joias na Bienal de São Paulo, ao defender sua participação em carta em 1961. A partir daquela edição do evento, oficialmente a joalheria no Brasil pode ser chamada de arte.

Esse espírito inovador e inquieto de Caio permanece vivo não apenas nos cursos do Atelier, mas também no olhar e na discussão sobre a joia como arte e o trabalho dos artista-joalheiros. Ao mesmo tempo que forma novos profissionais, como Wilian Faria, Livia Canuto, Lucia Abdenur e Virgínia Moraes, o Atelier quer ser um polo propulsor e agregador do debate sobre o tema, organizando encontros, palestras e mesa-redondas sobre a joalheria de autor.

“O objetivo do Atelier é fomentar a discussão sobre a joia de autor e tornar nossos encontros num espaço onde os artistas possam interagir, compartilhar experiências e discutir problemas em comum”, explica Livia Mourão, diretora e curadora do Atelier, além de filha de Caio.

Sem esquecer sua história e os pilares da joalheria moderna no Brasil, sempre carregando a marca e as digitais de seu criador, o Atelier continua olhando para frente, buscando novos caminhos para esta arte que amamos seja cada vez mais valorizada.

Assine nossa News

Informe seu melhor email para receber as últimas notícias do setor de joias e bijuterias.
Você é empresário do setor de joias e bijuterias?

Instagram Feed

POSTS RECENTES

 

Assine nossa News

Informe seu melhor email para receber as últimas notícias do setor de joias e bijuterias.

Você é empresário do setor de joias e bijuterias?